Administração: O curso dos sonhos

0

“O curso dos sonhos” assim é apresentado o curso de Administração pela administradora Thiany Matos na oitava parte da serie de publicações do Portal Araçagi “Conhecendo os cursos superiores”, conheça mais sobre um dos cursos mais badalados e mais procurados do País 


Na maioria das vezes, esse curso é diretamente procurado por quem tem como objetivo ter sua própria empresa ou simplesmente gerir uma. Uma das maiores vantagens de se formar em administração é a grande variedade que nós temos no mercado de trabalho. O administrador estuda desde a psicologia até a informática mais básica, aprende a lidar com pessoas, não sabe apenas sobre o processo técnico, mas entende o porquê de específico cliente optar por tal solução. E isso é uma coisa única da administração, tendo em vista que é um curso muito abrangente.

O curso tem duração de quatro anos, e dentro da extensa grade curricular, encontramos todas as áreas que o administrador pode e deve atuar, como projetos, controladoria, contábil, planejamento estratégico, logística, marketing, recursos humanos, entre outras. Passeando por tantas possibilidades, ao final do curso, o estudante tem a opção de se especializar em determinada área, a que mais lhe chamou atenção no decorrer do mesmo, por meio de pós-graduação, MBA e cursos no exterior, o que ajuda para ter uma visão global sobre a profissão escolhida.

Quem pode exercer a profissão?

A profissão está regulamentada pela Lei nº 4.769, de 9 de setembro de 1965. O regulamento em seu Art. 42º- diz que: Os profissionais a que se refere este Regulamento só poderão exercer legalmente a profissão, salvo as exceções previstas na Lei nº 4.769, de 9 de setembro de 1965, mediante prévio registro de seus diplomas ou certificados nos órgãos competentes e após serem portadores da Carteira de Identidade de Administrador expedida inicialmente pela Junta Executiva criada pelo Lei nº 4.769, de 9 de setembro de 1965, e, quando já instalados os respectivos Conselhos Regionais de Administração pelo Conselho sob cuja jurisdição se achar o local de sua atividade. Como diz no regulamento, o bacharel em administração só pode exercer a profissão se tiver registro no órgão competente, o CRA (Conselho Regional de Administração), onde se é paga uma taxa anual para licença do registro e a falta desse registro, no exercício da função é ilegal e punível. O exercício da função sem o registro torna punível não só o administrador, mas também a empresa que o contratar.

Perfil do administrador

Para exercer a profissão com responsabilidade, o administrador precisa ter algumas qualidades bem destacadas:

  1. Organização e planejamento: O papel do administrador é gerir a empresa, e organização e planejamento são fundamentais para essa tarefa. Não tem como gerenciar uma empresa ou um departamento se você for desorganizado;
  2. Visão ampla do negócio e da área que atua: É onde entra a administração estratégica. Uma das disciplinas fundamentais do curso a meu ver. A estratégia de negócio possibilita a empresa a ter visão de futuro, de competitividade, de oportunidade;
  3. Saber tomar decisões avaliando todos os possíveis impactos: O administrador tem em suas mãos todas as informações relevantes e não relevantes referentes à empresa. E a partir dessas informações, ele deve avaliar e tomar as decisões necessárias para gerar ações para a organização.

 

Mercado de trabalho

A administração é uma das graduações com maior número de formados, e isso pode ser uma grande dificuldade. Porém, o mercado de trabalho exige dos graduados grandes diferenciais, que podem começar desde o início do curso, até depois da conclusão, como boas notas, destaque nos estágios supervisionados, cursos de pós-graduação, MBA… Como já sabemos, o mercado de trabalho nos cobra muito, e quem não continuar a procura de conhecimentos, pode de certa forma “estacionar” e não andar para frente, quando o assunto é o crescimento profissional.

O administrador pode atuar em:

Empresas: Administrando-a como um todo. Desde o mercado da esquina até o escritório global do Google. O formado também pode entrar em uma empresa de maior porte, onde normalmente irá iniciar sua carreira especificamente em uma área de atuação (marketing, vendas, finanças, etc.);

Pública: Administrar ou participar da administração de instituições publicas;

Finanças: O administrador cuida do dinheiro da empresa, fazendo a sua controladoria, como no fluxo de caixa, de orçamentos, no patrimônio como um todo;

Recursos Humanos: O famoso RH. É o departamento que tem como função cuidar do patrimônio humano da empresa. Esse departamento gerencia os funcionários da empresa. É responsável por contratar, demitir, plano de carreiras e de salários, entre outras funções;

Bom, para não me estender mais e resumir um pouco, nota-se a partir do relato acima, que o curso de administração tem oportunidades gigantescas para quem se arrisca na área. Mas a concorrência também é. Esse é o mercado mais concorrido do Brasil. Por isso, é importantíssimo que o profissional se especialize e esteja sempre evoluindo, pra que se diferencie da concorrência e tenha mais chances de conseguir um emprego.

E aí, administração é para você?

Thiany Matos Graduada em Administração pela Faculdade Mauricio de Nassau e Graduanda em Ciências Contábeis pela Universidade Federal da Paraíba – UFPB

Share.