Bancada paraibana não antecipa voto em sessão de hoje que julgará denúncia contra Michel Temer

0

Os deputados paraibanos têm fugido da pergunta que não quer calar: como votarão na segunda denúncia apresentada pela Procuradoria Geral da República (PGR) contra o presidente da República, Michel Temer, nesta quarta-feira (25). Com exceção dos deputados Luiz Couto (PT) e Pedro Cunha Lima (PSDB), que já se pronunciaram em favor do prosseguimento da denúncia, a bancada tem preferido não antecipar o voto.

Leia também: Às vésperas de votação de denúncia, governo mais que dobra liberação de emendas

Oposição diz que buscará adiar votação da denúncia contra Temer

Questionado em várias ocasiões, o líder da bancada, Wilson Filho (PTB), justificou que esteve ocupado com as emendas de bancada e, como não havia lido a denúncia, não poderia se manifestar antecipadamente. Wilson faltou a sessão que julgou a primeira denúncia da PGR, mas manifestou posteriormente que votaria a favor do presidente.

Os deputados Efraim Filho (DEM), Veneziano Vital do Rêgo (PMDB) e Benjamin Maranhão (SD) também foram questionados, mas não anteciparam o voto. “Vamos aguardar o plenário agora. Não me posicionei na CCJ, deixei a bancada votar, e agora só no plenário”, declarou Benjamin em matéria publicada pelo Blog do Gordinho na semana passada.

Os deputados Aguinaldo Ribeiro (PP), Wellington Roberto (PR), Hugo Motta (PMDB) André Amaral (PMDB), Damião Feliciano (PDT) e Rômulo Gouveia (PSD) não atenderam as ligações nem responderam mensagens da reportagem.

Na votação passada, a bancada paraibana ficou dividida. Confira abaixo como votaram os parlamentares na primeira denúncia contra o presidente Michel Temer.

Blog do Gordinho

Share.