Minha terra natal – Por Antônia Albuquerque

0

O que há de mais bonito
Em minha terra Natal
É difícil descrever
A beleza sobrenatural
De meu lindo paraíso
Minha identidade cultural

Minha casinha singela
Paredes feitas de barro
Foi abrigo de puro amor
Com orgulho assim eu falo
minha morada foi um jardim
Pelo amor irrigado.

Visitando o passado
Vejo tudo tão bonito
Tanajuras no terreiro
Ouço canto dos grilos
E vejo vagalumes
Exibindo o seu brilho

As estrelas e a lua
Lá no céu sempre brilhavam
Dentro de casa o candeeiro
Todo ambiente iluminava
Era uma vida feliz
De nada alí se reclamava

Alí o sol nasce primeiro
Como presente do Criador
O dia é tão radiante
Inspira o compositor
A escrever uma canção
Que só fala de amor

Leve como o pássaro
Em seu lindo cantar
E feliz como a areia
Quando o mar vem beijar
Assim eu me encontro
Com as lembranças desse lugar

Antônia Albuquerque

Direito reservado: Antônia Albuquerque

Da Redação/Portal Araçagi

Share.