Por Jefferson Procópio – Viver intensamente

0

Desde o nascimento, somos guiados por nossos pais, família e tutores a viver e pensar dentro da caixa, de forma tão previsível quanto nossos semelhantes, porém, com o passar do tempo, nós vamos vendo e convivendo coisas que não somos preparados a encarar e nem que somos convidados a perceber. E com este aprendizado, a implacável razão das coisas nos ensina que nem tudo é brincadeira, pirraça para ter aquilo que queremos ou um simples sentimento puro e verdadeiro.

Conforme a pureza da idade vai passando, a liberdade chegando e a tempestade aproximando, a vida nos mostra de forma mais traumática possível como viver aquele momento que passou ou que está para chegar poderá ser tão importante quanto um dia “especial” marcado no calendário da vida; a perda – tão implacável como um devaneio de vida.

Como lidar com essa palavra? Quando perdemos alguém que amamos, aquele que foi embora, sem deixar recado, bilhete e nem palavra de conforto, apenas parte, seja lá onde for… O nome é tão pesado quanto o sentimento que ele provoca; a dor, o vazio, mas também provoca um impacto tão forte que ecoa por dentro e revive outro sentimento existente, porém adormecido desde a fase pura de nossas vidas; viver intensamente.

O plano de vida é brincar bastante, fazer amigos, estudar, namorar, casar, ter filhos. Não necessariamente assim, nem nessa ordem. Mas morrer jovem desfaz a ordem natural da vida. Deveria ser proibido por lei morrer durante o melhor da festa. E não há maturidade que não nos faça chorar e entender. Que piada é essa da vida nos tirar quem a gente ama, sem hora marcada? Não tem graça. O sofrimento turvo não dá trégua à bonança.

A nossa vida é agora; viva intensamente toda hora, todo instante, todos os dias. Faça o que gosta e caso o desagrade, mude. Se não gosta do trabalho, troque. Se não tem tempo, desligue-se dos supérfluos. Se está procurando o amor de sua vida, pare, afinal, há sempre alguém te esperando, mesmo sem saber, em todas as coisas loucas da sua vida e que combina realmente com você.

Nossa vida é fácil de ser vivida, e todo o conjunto de emoções são incríveis. Portanto, aprecie todos os segundos de sua vida, em tudo! Esteja apto, em mente, coração e braços para o novo; pessoas e coisas novas em cada esquina, afinal, a união pela diferença é espetacular. Caso uma pessoa próxima tenha um sonho, apresente o seu a ela e vivam cada um.

Aproveite para viajar, para se perder e se achar. Oportunidades únicas são as melhores, então, aproveite-as. A vida é feita de amores que vão e vem e das pessoas que conhecemos e deixamos de conhecer; viva seus sonhos, realize suas paixões; a vida é muita curta, saia e comece a viver. Esqueça o que passou, deixe de lado os momentos ruins, mas utilize-os como parâmetro para não errar novamente, pois o importante é que estamos aqui e agora.

Entretanto, essa tal liberdade apresenta um preço, e traz muito mais responsabilidades. Você deve saber que, a nossa liberdade termina onde começa a do outro, portanto, nunca a utilize para denegrir ou ferir alguém deliberadamente. Seus valores, ideais e sensibilidade para viver cada contraponto, devem ser utilizados totalmente ímpios, a modo geral, na mais perfeita dosagem do seu bem próprio.

Nós sabemos o quão as pessoas são ligadas ao seu eu egoísta, não podemos esperar que algumas pessoas valorizem o que nós fazemos ou deixamos de fazer. Batalhe, com confiança no que faz e valorize cada vitória, a felicidade de nossa existência é ter algo para fazer, alguém para amar e sonhos para conquistar. Faça com afinco tudo que almejar e acima de tudo, ame a si mesmo, busque novos amores e respeite a opinião alheia.

Dedicado aos amigos que sempre dão força para prosseguir!

 

 Escritos de Jefferson Procópio – Graduando em Direito com extensão em Ciência Política

 

Share.