Secretariado Executivo, conheça o curso que forma Líderes

0

Continuamos a série especial sobre cursos superiores, trazemos agora um pouco sobre o curso de Secretariado Executivo, saiba mais sobre esse bacharelado .


Meu nome é  Angilina Macena de Pontes tenho 24 anos e estudo na Universidade Federal da Paraíba, estou cursando o 8º Período do Curso de Secretariado Executivo, e venho falar um pouco sobre essa graduação, um pouco de sua história e as diversas áreas de atuação.

Entrei no semestre 2013.1 na Universidade Federal da Paraíba, na época era pss quando fiz o vestibular, de início vou ser bem sincera que me senti perdida já tinha lido algumas coisas e achei interessante mas não sabia muita coisa sobre  o curso, mesmo assim prestei vestibular pois estudei muito para o mesmo, fiz e coloquei pra secretariado executivo e passei ,mas  só a partir do primeiro período que eu me identifiquei com o curso, embora algumas pessoas que faziam outros cursos me falaram que  era o pior Curso da UFPB, eu não dei muita importância porque  estava  muito feliz de ter passado pra estudar na Universidade Federal da Paraíba, pra mim já era muita coisa, porque uma garota filha de agricultor e de auxiliar de enfermagem que sempre estudou em escola pública, ter passado no vestibular pra federal já era uma grande vitória,  como havia dito antes , foi logo no primeiro período que eu me apaixonei pelo curso, a partir da disciplina de Técnicas Secretariais onde mostra a grande importância do curso e da minha futura profissão.

O curso de Secretariado Executivo Bilíngue é direcionado à formação de profissionais bacharéis com competências para promover e participar da melhoria do processo de gestão e desenvolvimento das Organizações Públicas e Privadas, na busca do aumento de produtividade e competitividade e aptos a atuar no mercado altamente competitivo e em constantes transformações como: Assessor Executivo, Gestor, Consultor e Empreendedor, aqui na Paraíba o Curso é Oferecido pela Universidade Federal da Paraíba no Campus IV, temos 10 anos de Curso e 10 anos do Campus, a Profissão de Secretariado ela é pra Grandes organizações, o preconceito acredito que existe em todas as profissões, a falta de conhecimento e informação faz com que as pessoas de certa forma desconheçam a profissão, mas cabe a nós estudantes e profissionais da área mudar esse pensamento, ou seja, sair da zona de conforto e enfrentar esse novo mercado.

A profissão de Secretariado Executivo ela vem desde os primórdios,  fazendo uma viagem ao tempo, podemos observar a presença do secretariado, na  idade antiga com os escribas que eram secretários, escrivão do governo, na idade média com os monges que eram responsáveis por gerir informações, encarregados de armazenar, e recuperar acervo de documentos na idade moderna com o secretário que foi um momento histórico de importantes inovações, e  por fim a pós-guerra onde ouve a revolução industrial e a partir dessas transformações, a mulher entrou, mais  ainda de forma tímida, quando  os homens   trocaram  as organizações pelos   campos de batalha , com isso houve  a grande necessidade  da  presença feminina mais intensamente na profissão que antes era só exercida por homens.

No Brasil a profissão com maioria de mulheres ocorre por volta dos anos de 1950 onde surge as multinacionais que exigiam o conhecimento de técnicas de datilografia organização de arquivos, registros de recados e atendimento telefônico, nos anos 60 houve uma valorização da Secretaria, passando por treinamentos gerências, para atender exclusivamente o chefe, só na década de 1990 a Secretária começa a ser vista de outra forma a partir da tecnologia

Hoje a profissão está regulamentada e organizada, claro que foi um longo caminho  até essa conquista, a sociedade e em especial o mercado de trabalho precisam ver  e entender   que a profissão de Secretariado  é como qualquer outra  profissão, que possui um código de ética específico e é uma das áreas mais empregáveis no mercado de trabalho.  No ano de 1980 foi assinada a lei pelo presidente da República José Sarney, a lei de n° 7.377, de 30 de setembro de 1985, que regulamenta a profissão criando sindicatos em vários estados, as organizações foi um dos principais responsáveis pelo crescimento da profissão, que a partir disso surgiu cursos superiores em secretariados com muita dedicação das entidades de classe, devido a muita luta houve mais uma conquista que foi a aprovação das Leis n°6.556′ de 5 de Setembro 1978; n° 7.377, de 30 de Setembro de 1998 e também a conquista do código de Ética do Profissional de Secretariado no Brasil, publicado no diário oficial de 7 de Julho de 1989  onde houve algumas alterações publicadas na lei 9,261, de 10 de Janeiro de 1996, ou seja, existe uma Lei para o Exercício dela e somente pode exercer a profissão de Secretariado quem estiver dentro desses padrões que a lei exige, e um deles é ter o curso superior ou o Técnico em Secretariado, a comissão de trabalho, Administrativo e serviço  público aprovou em 10/05/2017, o substituto do PL n° 6455/2013, que, entre outros pontos amplias as competências do Secretário Executivo e Técnicos de Secretariado, este projeto de Lei da nova Redação à Lei n° 7.377, de 30 de Setembro de 1985.

Secretariado não é uma função nem cargo e sim uma profissão, profissão essa que  é Secretariado Executivo, função é o que você exerce no seu respectivo cargo, de acordo com a nomenclatura que a profissão oferece, assessor, assistente, em fim diversos cargos, tendo em vista que o papel do profissional tem as seguintes características,  empreendedor, assessor, consultor e gestor que são os pilares do Secretário, que age com a busca de soluções, traça objetivos planeja, trabalha com base em inovações e aprimora e reorganiza a empresa,  o exercício da profissão requer prévio registro  na superintendência Regional do Trabalho do Ministério Regional do Trabalho que também pode ser emitido pela internet Pelo Ministério do Trabalho e Previdência e isso quer dizer que só pode exercer  a profissão quem possui o registro profissional como Secretariado Executivo, embora em algumas organizações existam profissionais de outras áreas atuando como Secretário, que isso também devido  a muita  a luta está sendo quebrado, para que o mercado de trabalho possa exigir do profissional o respectivo registro, é uma profissão marcada por muitas lutas e conquistas e que ainda vem, brigando por seu espaço, embora seja uma das profissões que mais emprega no mercado

Fiz um breve resumo e acredito que vai chegar a muitas pessoas, e pra quem pensa em um dia fazer esse curso eu digo de todo o coração que  não vai se arrepender, enfim estou muito realizada por estar nesse curso e pretendo sim atuar na área que estou me formando,  a profissão  é desafiante, e muito importante para o mercado e pra sociedade, desde já agradeço o espaço pra falar um pouco do meu curso, e digo aos jovens que não desistam de lutar por seus ideais, pois é com eles que conquistaremos o mundo, e aos que querem fazer o Curso de Secretariado Executivo a UFPB Campus IV esta de portas abertas, esperando vocês pra se tornar um profissional excelente de uma  profissão excelente ,isso depende de você, não crie obstáculos crie estratégias para passar por eles.

“Não basta querer saber; é preciso também aplicar

Não basta querer; é preciso também agir.”

(Goethe)

Angilina Macena de Pontes
Graduanda em Secretariado Executivo pela Universidade Federal da Paraíba – UFPB

Share.